Combustíveis: consumo de GPL sobe, gasolina e gasóleo cai

O consumo de GPL Auto aumentou em dezembro 2,1 por cento face ao mesmo mês de 2010, em contra ciclo com o da gasolina e do gasóleo, de acordo com dados da Direcção Geral de Energia e Geologia. 

Segundo as estatísticas mensais, apenas o GPL Auto contrariou a tendência de queda de 6,6 por cento do consumo de combustíveis rodoviários, com um aumento do consumo em dezembro de 2,1 por cento face ao período homólogo, sendo que a procura cresceu continuamente, pelo menos, nos últimos seis meses. 

O secretário-geral da Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas (APETRO), António Comprido, disse à Lusa que este aumento do consumo de GPL Auto se deve ao aumento da oferta de veículos novos, sobretudo pequenos utilitários adaptados para dois tipos de combustíveis, normalmente gasolina e GPL Auto. 

Para o responsável, «é natural que as pessoas optem cada vez mais por esse combustível que, por via de ter um ISP [Imposto sobre produtos petrolíferos] mais baixo, é mais económico do que a gasolina e o gasóleo». 

Ainda assim, António Comprido defendeu que a limitação ao estacionamento em parques subterrâneos ainda continua a ser um obstáculo a uma maior adesão das pessoas a este combustível, considerando que «não existe nenhuma razão» para esta condicionante continuar a existir. 

O secretário-geral da APETRO atribui a redução do consumo de combustíveis à redução da atividade económica e ao aumento do preço dos mesmos. «As pessoas deslocam-se menos e, mesmo as que têm emprego, são mais contidas, até porque os preços altos [dos combustíveis] também não ajudam». 

Do lado das empresas, acrescentou, há uma redução da atividade, o que afeta «fortemente» o mercado do transporte rodoviário.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/e

publicado por adm às 22:58 | comentar | favorito