Combustíveis não mexem na próxima semana

Os preços de referência da gasolina e do gasóleo devem ficar inalterados na próxima semana.

Na próxima semana, e a avaliar pelo comportamento dos mercados internacionais, os preços dos combustíveis em Portugal não devem sofrer alterações.

Isto depois de na passada segunda-feira os preços da gasolina e do gasóleo terem aumentado.

No caso da gasolina, o valor de referência ficou acima da barreira dos 1,60 euros por litro. Na Galp o preço encareceu três cêntimos para 1,619 euros. No mesmo sentido, a Repsol actualizou o preço da gasolina em 2,5 cêntimos para 1,619 euros. Mas a subida mais forte deu-se na Cepsa: o preço da gasolina aumentou 3,6 cêntimos para 1,625 euros.

O cenário foi idêntico no gasóleo, que passou a custar mais de 1,40 euros por litro. Galp e Cepsa actualizaram os preços em três cêntimos para 1,424 e 1,429 euros, respectivamente. Na Repsol a subida foi de 2,5 cêntimos para 1,424 euros.

Em qualquer dos casos trata-se somente de valores de referência. Na prática, os portugueses estão a pagar preços ainda mais elevados, dado que os revendedores costumam adicionar uma margem a estes valores.

O último relatório da Comissão Europeia, relativo a Junho, calcula o preço médio do gasóleo (depois de impostos) em 1,342 euros na zona euro e o da gasolina em 1,510 euros.

Combustíveis também sobem em força nos hipers

Os combustíveis também ficaram mais caros nos hipers que continuam, ainda assim, a praticar preços inferiores às grandes gasolineiras.

O Jumbo, por exemplo, actualizou o preço da gasolina em 3,7 cêntimos e o do gasóleo em 3,4 cêntimos esta semana para 1,517 e 1,315 euros, respectivamente.

No Pingo Doce o preço do gasóleo passou para 1,326 euros (mais 2,6 cêntimos) e o da gasolina encareceu para 1,536 euros (mais 3 cêntimos).

No mesmo sentido, Leclerc e Ecomarché aumentaram o custo do gasóleo em 2,5 cêntimos para 1,330 euros. A gasolina subiu quase três cêntimos para 1,53 euros.

Apesar destas actualizações estes postos continuam a oferecer preços inferiores em cerca de oito cêntimos o litro aos praticados pelas grandes gasolineiras, onde o preço da gasolina ronda os 1,60 euros e o do gasóleo 1,40 euros.

fonte:http://economico.sapo.pt/

publicado por adm às 23:41 | favorito